Curiosidades, Sobre nós, Trabalho remoto

E um ano se passou… E este é meu depoimento para vocês

Venha conhecer um pouquinho da história da Partiu Ser Nômade que também é sua…

Olá, eu sou a Tati da Partiu. Eu peço licença aos meus colegas jornalistas e irei, contrariando o que repetidamente ouvi sobre jornalismo imparcial na faculdade e totalmente improvável no mercado de trabalho, dirigir este texto em comemoração ao primeiro ano da Partiu Ser Nômade em primeira pessoa.

Como falado, sou jornalista há 17 anos. Nascida e criada em Belo Horizonte, Minas Gerais, com todo o “mineirês” que me é de direito, sou extremamente ligada à minha família e amigos, não recuso um café com pão de queijo e um bom dedo de prosa sentada à mesa da cozinha.

Mas como uma boa brasileira, que como diz o jargão “não desiste nunca”, fui atrás de realizações e morei por quase 11 anos em São Paulo, capital, e atualmente moro em Munique, na Alemanha.

Há pouco mais de 3 meses fui convidada pela Partiu Ser Nômade para produzir conteúdo para o site. E eu, que estava fora do mercado de trabalho, resolvi encarar o desafio.

Primeira impressão era: um e-commerce, como outro qualquer, com um propósito voltado aos amantes do novo movimento de nomadismo digital.

E assim comecei a escrever, entrevistar, e me reunir com os idealizadores deste projeto. E, entre uma reunião e outra, entre uma discussão de pauta e outra, entre milhares de mensagens, áudios extremamente entusiasmados e uma confiança cega no meu trabalho, eu descobri que a primeira impressão nem sempre é a que fica.

E é por esse motivo que resolvi, contra tudo o que aprendi sobre o uso da primeira pessoa em textos jornalísticos, dar o meu depoimento na matéria que deveria ser sobre o Aniversário de 1 ano da Partiu Ser Nômade que é comemorado hoje, 20 de janeiro.

Ao longo deste pouco tempo de trabalho, porém tão intenso, descobri uma empresa incansável. Falo incansável, mas não em vendas. O que é muito contrário ao que se pensa de um e-commerce. A Partiu Ser Nômade é incansável em transformar seus clientes em parceiros que compactuam com os sonhos, ideias e alegrias em explorar cada maravilha que o mundo pode oferecer. E isso pode ser o churrasco no jardim de casa, o pôr do sol no mirante da sua cidade, o cheiro de café recém coado na casa da vó ou aquela viagem cheia de aventuras.

Durante este ano que passou, cheio de desafios, em meio a uma pandemia de proporções ainda desconhecidas, a Partiu buscou transmitir todo este ideal por meio de produtos que possibilitam criar um ambiente de trabalho aconchegante e prático, que pode ser no Home Office, no Coworking ou na praia. Buscou, também, produtos para tornar sua viagem mais prática, organizada e inesquecível.

Lembro, ainda hoje, sobre uma reunião onde perguntei aos idealizadores quais eram os principais valores da empresa. E eles, depois de me explicarem o propósito da empresa, que era esse aí acima, falaram: “Mas não podemos nos fixar apenas nisso. Queremos sempre expandir a mente e não ficarmos engessados em algo. E se preciso for, mudaremos nossos propósitos em busca de possibilidades para que nossos clientes entendam nosso movimento e o que gostaríamos de mostrar a eles sobre o que entendemos de nomadismo”.

E o que seria isso, afinal? Basicamente, hoje fala-se muito em nomadismo como liberdade de atuar/trabalhar em qualquer lugar do mundo e não se prender a uma residência. Mas para a Partiu Ser Nômade o nomadismo vai além disso. Por exemplo: a Partiu entende que é possível ser parte deste sonho com um emprego fixo e cumprindo horário de trabalho em local fixo. Como isso é possível? Para a Partiu Ser Nômade o nomadismo faz parte de um espírito, uma vontade, um movimento. É a liberdade de ser o que se sonha e estar em busca disto a todo instante apoiado por empresas que acreditam neste ideal: como a Partiu.

E quando eu entendi isso, eu percebi que eu fazia parte de uma empresa muito maior que eu imaginava e que minha responsabilidade era gigante. Eu preciso mostrar isso para vocês a cada texto que escrevo, a cada palavra digitada.

E é por isso que hoje me permiti fugir à regras e métodos jornalísticos para ser simplesmente a Tati da Partiu. Aquela garotinha nascida na capital mineira, cheia de sonhos e com infinitas possibilidades e que idealizava explorar o mundo e escrever suas ideias.

Obrigada Partiu Ser Nômade por me possibilitar voltar em busca dos meus sonhos e acreditar nele. Obrigada pela confiança. Parabéns por este primeiro ano. Que possamos juntos resgatar o sonhos dos nossos clientes e parceiros e nos unir a este movimento de felicidade.

Feliz Primeiro Ano de vida!

Vamos comemorar conosco? Clique na imagem abaixo e dê uma olhada no que separamos para você:

https://www.partiusernomade.com.br/niver-da-partiu/

Venha sonhar com a gente. Venha fazer parte da Partiu!

Saiba mais sobre nós clicando aqui.

2 comentários sobre “E um ano se passou… E este é meu depoimento para vocês

  1. Luiz A B disse:

    Projeto deveras interessante e com propósito diversificado, focando um nicho de mercado que se expande cada vez mais e que, sem dúvidas, veio para ficar .

    1. Anderson disse:

      Olá Luiz! Muito obrigado pelo seu comentário e feedback. Ficamos muito felizes. Continue conosco que vem muita novidade por aí. Partiu? Abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.