Empreendedorismo feminino, Páscoa, Receitas

Páscoa e a possibilidade incrível para quem quer começar um negócio

Conheça a história de empreendedorismo da Doce Alegria Doces e faça uma deliciosa e fácil receita de sobremesa com a Partiu

Muito se fala em reinvenção no pós-pandemia, novo normal, e diversos cursos e mentorias e coach para reavaliar o negócio diante das intempéries do momento.

Empreender não é tarefa fácil, mas o mercado mostra a cada dia que é possível ingressar neste caminho e alcançar algum sucesso. Para isto é preciso resiliência, persistência e lembrar, sempre, que ao se tornar um empreendedor faz parte do dia-a-dia saber lidar com os imprevistos.

A Páscoa se aproxima novamente, e a Partiu desafia você a dizer que não há entre sua rede contato ao menos uma pessoa que iniciou algum pequeno negócio envolvendo chocolate: seja para completar uma renda, seja para iniciar ou reiniciar um negócio próprio, seja para aproveitar o momento para levantar algum dinheiro.

Arquivo Pessoal Patrícia Arouca – Divulgação

Dos estudos para concurso a um negócio de sucesso

Há quase 7 anos, Patrícia Arouca e Paula Duarte começaram a fazer doces para ganhar alguma renda enquanto estudavam para concurso. Totalmente improvisado, segundo Patrícia, foram tomando gosto.

“Quando a gente assustou a gente estava trabalhando muito mais que estudando”, conta Patrícia. Ela diz que começaram na casa dela e, em 2017, viram que já estavam bem inseridas no mercado e com muitos clientes.

Foi então que, há 2 anos, elas abriram um atelier. Elas atuam com bolos caseiros, tortas, bolos de festas e doces modelados sob encomenda.

Empreendedorismo na pandemia

Patrícia conta que, em 2020, a Páscoa, apesar da pandemia, foi surpreendente. Ela conta que o período coincidiu com o início dos fechamentos de comércio. “Ficamos sem saber como seria. Não foi como tínhamos desenhado”. Mas apesar disso, ela acredita que foi muito melhor do que imaginava, diante do medo do que viria pela frente.

O atelier contava com um espaço para receber clientes e fazer pequenas vendas além das encomendas. Mas esta parte do estabelecimento teve que ser fechada com o novo cenário.

Além disso, Patrícia explica que, diante da nova realidade, elas mudaram um pouco o seu foco. “Passamos a fazer presenteáveis, caixas com o que chamamos de Kit Gostosuras, além de opções para o cliente montar a própria caixa. Produzimos também kits de festa com mini-bolo, docinhos e salgadinhos. Estamos nos reinventando no meio da pandemia e vendo como os clientes estão reagindo a isso. Fizemos parcerias de entregas e a gente vai tentando se encaixar às novas condições”.

Este ano ela explica que conseguiram se organizar antes. “Sabíamos que as pessoas iam consumir. Até porque as pessoas aprenderam a consumir no meio da pandemia”.

Empreendedorismo e concorrência

Em relação à concorrência com as grandes empresas na Páscoa, Patrícia sente que parte das crianças, até uma determinada idade, ainda se encantam pelos ovos industrializados que tem o apelo de vir com brinquedos e temas.

Mas isto não a deixa pessimista. Muito pelo contrário: “A ideia do artesanal, isso já está bem enraizado. Os clientes reclamam que os ovos das grandes marcas estão muito caros. Procuram alternativas. E o artesanal está muito forte”.

Já a concorrência entre as pequenas empresas, ela diz que percebeu que está muito grande. Mas Patrícia comenta com otimismo: “Surgiram muitas empresas mexendo com doce, com o artesanal… Tem uma concorrência, mas eu acho que tem espaço para todo mundo”.

Além disso, Patrícia enxerga que o artesanal permite que os trabalhos nunca sejam totalmente iguais e isso abre uma possibilidade infinita de mercado: “Se você trabalha com produto de qualidade, trabalha direitinho, terá um retorno bom e consegue crescer neste mercado”, analisa.

Compartilhando doçuras

E o espaço é tão amplo para todos que Patrícia até compartilhou com a gente uma receita deliciosa para o almoço de Páscoa. Está preparado para encarar esta delícia?

Brigadeirão de forno

Ingredientes:

1 lata de leite condensado

1 caixa de creme de leite

1 xícara (chá) de chocolate em pó ou achocolatado

4 colheres (sopa) de açúcar

1 colher (sopa) de manteiga em temperatura ambiente

3 ovos

Manteiga para untar a forma

Granulado para decorar

Modo de preparo:

Bater no liquidificador os ovos, o leite condensado, o creme de leite, o chocolate em pó, o açúcar e a manteiga.

Quando a mistura ficar homogênea, despejar em uma fôrma com furo (19 cm de diâmetro), já untada com manteiga.

Cobrir com papel alumínio e assar em banho-maria em forno médio (180°C) por cerca de 1h e 30 min.

Desenformar ainda morno e decorar com granulado .

Deixar na geladeira por volta de 6 horas antes de servir.

Mergulhe nesta ideia

Também está pensando em empreender, como a Patrícia? Você precisa de ferramentas para transformar seu ambiente de trabalho. Conheça nossos produtos que deixarão sua mesa de trabalho prática e funcional:

https://www.partiusernomade.com.br/home-office-e-coworking

Quer conhecer mais o trabalho da Patrícia e da Doce Alegria Doces e se inspirar com as delícias que elas preparam?

https://www.instagram.com/docealegriadoces/

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.