Passeio de bike, Rotas de bicicleta, Turismo

Troque o combustível pelo pedal e ganhe saúde, novos amigos e paisagens incríveis

Troque o combustível pelo pedal e ganhe saúde, novos amigos e paisagens incríveis

Navegar foi preciso, agora a nova maneira de desbravar o mundo é com a bike

Se você nunca pensou em incluir passeios de bicicleta na sua programação de viagem…. Para! Leia! E comece a planejar, ou melhor, a pedalar!!

A tendência é mundial! Viajar de bike por longos quilômetros já virou lazer, hábito e até profissão! A bicicleta deixou de ser um “brinquedinho” de final de semana para se tornar o principal meio de transporte para milhares de pessoas no mundo.

Enquanto a malha ciclo viária brasileira segue em lento crescimento, ciclovias modernas, bonitas e apropriadas já conquistaram turistas em diversos países, como Holanda, Bélgica, Austrália, Alemanha, França.

Crédito: Tomás Rebora Mariano – Carretera Austral Chile

3 livros para tantas histórias e aventuras

O italiano Claudio Piani, 34 anos, tomou uma grande decisão em 2014. “Aos 27 anos pedi demissão e “desisti” de tudo, com a única intenção de seguir minha maior paixão: viajar. Desde aquele dia, tenho viajado o mundo a pé, de ônibus, trem ou bicicleta, parando para trabalhar quando preciso de dinheiro. Já fui pastor na Mongólia, lenhador na Rússia, professor na China, eletricista na Austrália e muito, muito mais”.

Claudio relembra sua primeira viagem de bicicleta, em 2018. “Foram seis meses de viagem: China, Cazaquistão, Uzbequistão, Mar Cáspio, Azerbaijão, Geórgia, Mar Negro, Bulgária, Sérvia, Croácia, Eslovênia e Itália. Foi uma viagem longa, mas fantástica, lugares mágicos. Os melhores momentos foram os mais difíceis. Aqueles onde você testa seu corpo por dias e sem descanso.” 

Foram tantas histórias e aventuras que Claudio se tornou escritor. “Publiquei três livros que falam sobre as minhas viagens ao redor do mundo. “Vagabondiario”, “Una vita incredibile” e “Diario di un maestro in Cina””.

Claudio em sua passagem pela China

De paixão para profissão

O empresário Rafael de Cara, 59 anos, nos concedeu esta entrevista em meio a um pedal na Suíça. A paixão pelas pedaladas tornou sua profissão! Desde 2011, Rafael uniu a gastronomia, a bicicleta e os fantásticos cenários mundiais. “Pedalo há 20 anos e tenho uma empresa operadora de ciclo turismo que pedala pela Europa, Ásia e América do sul. Já estive pedalando em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Áustria, Itália, República Tcheca, Eslovênia, Suíça, Argentina, Chile, Laos, Camboja, Tailândia.” No circuito, vistas espetaculares de aldeias medievais, campos, cordilheiras, castelos e muita riqueza cultural.

Rodando o mundo no pedal

Por três anos, o médico de família, Tomás Rebora Mariano, Argentino/Espanhol, 43 anos, viajou de bike do Alaska a Patagônia. Entre os locais que ele passou – Cuba, Vietnam, Laos, Cambodja, Tailândia e países de América – ele destaca as montanhas dos Alpes. “Foram três anos de viagem. Ficava pelo menos um mês e no máximo cinco meses em cada país. De todas as viagens, do Alaska ao Ushuaia, o destaque foram os Andes, não somente pela beleza da paisagem, mas também pela cultura local. Eu gostei muitíssimo dos Equatorianos e também dos Peruanos”, relembra o médico.

Tomás Rebora Mariano – Torres del Paine – Chile

De meio de transporte para turismo de aventura

O jornalista  Pedro Sibahi, 32 anos, começou a pedalar para fugir do estresse do trânsito de SP. “Em  2011 comecei a trabalhar com esporte de aventura. O lugar ficava um pouco longe de casa, muitas vezes me pegava estressado com o trânsito. Até que um colega do trabalho, que era ciclista, me sugeriu tentar ir de bicicleta. Com o tempo, a bicicleta foi se tornando meu principal meio de transporte e depois comecei a viajar”.

Pedro percorreu a rota São Paulo – Chile, ida e volta. Passou pelo Paraguai, Norte da Argentina e Bolívia. Pedalou na Alemanha e Polônia.  No Brasil, começou por Porto Seguro, pedalando pelo sul da Bahia, seguindo a estrada real completa, Paraty até o Guarujá, além de outras viagens menores. Eleger apenas um local não é fácil, mas para Pedro, “o lugar mais incrível foi a cordilheira dos Andes! Lembro que um dia já havia cruzado o ponto mais alto, na fronteira do Paso Jama, a uns 5 mil metros de atitude e cheguei em uma região de altiplano. Lembro de entrar em uma espécie de vale de altitude, entre montanhas imensas e ficar emocionado, olhando aquela grandeza toda, sendo pequenino ali no meio. Foi bem lindo.”

Pedro em passagem por Cerro de los Siete Colores – Argentina

Turismo de aventura – um prazer possível a todos

Não precisa ser um ciclista profissional para curtir uma aventura de bicicleta, mas, alguns cuidados são indispensáveis antes de subir e descer ladeiras, trilhas e ciclovias. Para Pedro Sibahi, “nas subidas, paciência é mais importante do que força. Saber consertar a bicicleta pode fazer toda a diferença quando se está sozinho no meio do nada”. Rafael de Cara destaca que “segurança e preparo para o circuito” são indispensáveis na hora de preparar o roteiro.

Viajar de bicicleta é garantia certa de muita aventura, recheadas de lindas paisagens, novos amigos, novas aprendizagens e muita história na bagagem!

Tomás Rebora Mariano – 300 km antes de Ushuaia

Acompanhe os entrevistados

Claudio Piani
@claudiopiani

Rafael de Cara

 www.biketourduchef.com.br

Tomas Rebora Mariano

 @tomasrebora

Pedro Sibahi

https://bicicletaventura.com/

Dicas dos ciclistas

  • entenda e analise seus limites e suas dificuldades;
  • pesquise sobre os locais em que irá passar;
  • tenha um planejamento de horário para chegar e sair de determinada cidade;
  • paciência nas subidas
  • aprenda a dar manutenção, trocar pneu e a fazer reparos na sua bicicleta,
  • kit emergencial de higiene, saúde e ferramentas
  • segurança e preparo para o circuito

CICLOVIAS INCRÍVEIS

Ciclovia Brilhante – Holanda

Localizada em Eindhiven, sul de Amsterdã, são 2 km de estrada iluminada, inspirada na Obra “Noite Estrelada” do pintor Vicent Van Gogh.

Rio Reno – Alemanha

São 1233 km de ciclovia, através da Suíça, Alemanha, França e Holanda. É uma das mais populares da Europa, passando por vilarejos e nove locais considerados patrimônios históricos da humanidade pela Unesco.

Rottnest Island – Austrália

Uma das ilhas mais bonitas da Austrália. 22 km de ciclovia – a beira da água azul e cristalina

Ciclovia Solar – Coréia do Sul

São 32 km de ciclovias totalmente coberta por painéis solares.

Caminho de Santiago de Compostela – Espanha

O Caminho francês tem 748 km de extensão e é patrimônio mundial da Unesco.

Ciclotúnel de San Sebastian – Espanha

Com pouco mais de 1 km, localizado, o túnel ferroviário foi convertido no maior túnel de bicicleta do mundo.

Ciclovia Suspensa – Holanda

Com aproximadamente 72 metros de diâmetro, a Hovenring de Eindhoven é uma passarela acima de um importante cruzamento na Holanda.

Ciclovia Suspensa – Dinamarca

Com 235 metros de comprimento, 4 metros de largura, o viaduto é bidirecional. A Cykelslangen é uma ciclovia suspensa e permite que os ciclistas trafeguem com segurança.

CIDADES PARA CONHECER PEDALANDO

Copenhagen – Dinamarca

Amsterdã – Holanda

Antuérpia – Bélgica

San Diego – Califórnia

Florença – Itália

Dublin – Irlanda

Hvar – Croácia

Copenhagen – Dinamarca

Estrasburgo – França

Tóquio – Japão

Munique – Alemanha

Viena – Áustria

Londres – Reino Unido

PEDALANDO NO BRASIL

Rio de Janeiro – Rio de Janeiro

Curitiba – Paraná

Estrada Real – Minas gerais/Rio de Janeiro

Claudio Piani – Uzbequistão

Não importa se vai viajar de bike, avião ou navio…

Para qualquer meio de transporte, levar os itens com organização e segurança é um sossego, não é verdade? Então, venha para o nosso site e conheça a nossa Travel Bag Partiu Mundo. Leve com você seus itens de higiene pessoal sem preocupação e sem bagunça.

https://www.partiusernomade.com.br/product/travel-bag-partiu-mundo/

E se estamos falando em viagem…

Conheça nossa categoria exclusiva de produtos que são a cara da Partiu e que já nasceram com cara de viagem…

https://www.partiusernomade.com.br/colecao-partiu-mundo/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.